26/11/2006

Leituras


Quanto mais leio, mais percebo a proximidade dos Projetos de Aprendizagens com o construtivismo de Piaget e seus seguidores. A fácil leitura do livro "O professor revolucionário da pré-escola à universidade" de Thomas Joseph Burke está fazendo com que eu compreenda, de maneira clara, o ato de aprender. O processo desafiador, pelo qual estou passando, está me fazendo aprender, assimilando a forma como por mim era sabido o ato de ensinar, a qual até agora não foi modificado pelas escolas, mas segundo Piaget o que se requer da escola é que o aluno, mais do que aprender, aprenda a aprender, aprenda a pensar, resolver problemas, a ser crítico, criativo, flexível, a ser autônamo. A experiência de ser aluna, onde sempre, professores e tutores nos levam a pensar, questionando-nos e levando-nos a ter, mais e mais dúvidas, e através delas, fazendo-nos buscar respostas, e dessa forma fazermos uso de nossas capacidades intelectuais e assim inteligentemente somos conduzidos a buscar todo o tipo de informações nos mais diferentes meios, sejam eles, livros, computador, etc. Segundo Thomas J. Burke, "Quanto mais o professor estimula seus alunos a fazerem a maior parte do trabalho, a fazerem as mais variadas atividades mentais, ele está dando aos alunos a portunidade deles realmente assimilarem e construirem seus novos conhecimentos, o que lhe será útil pelo resto de suas vidas: a capacidade de aprender por conta própria, de pensar com sua própria cabeça".

2 comentários:

marize de lima disse...

Preciso fazer uma resenha sobre o livro: o professor revolucionário, porém não sei quem foi THOMAS JOSEPH BURKE, não sei nada sobre ele e nem encontro nada sobre sua pessoa, preciso fazer um resumo dele e não encontro nada sobre ele ou suas obras. alguém pode me ajudar? podem me falar sobre ele, o que ele fazia, data de nascimento etc? muito obrigada. marize de lima

Prof. Luciana disse...

É meu tio... tô procurando o e-mail dele e se vc ainda precisar, te passo...